Pular para o conteúdo

Notícias

Projeto de extensão capacita gestores escolares da rede municipal de Canoinhas

EXTENSÃO Data de Publicação: 03 dez 2018 14:44 Data de Atualização: 05 dez 2018 07:24

A experiência em sala de aula é suficiente para transformar um ótimo professor em um bom gestor escolar? O desafio do projeto “Capacitação para gestores escolares da rede municipal de Canoinhas” é qualificar os diretores para atuarem na direção escolar e, por consequência, ajudar as instituições de ensino a repensarem estratégias para melhorar os índices educacionais do município. Desenvolvido pelo Câmpus Canoinhas, o curso de extensão chega ao final após um ano de encontros mensais, palestras e oficinas. Quinta-feira (29), aconteceu o último encontro do 1º Seminário de Gestores das Escolas Municipais de Canoinhas, encerrando oficialmente o curso.

Dividido em três encontros, o seminário possibilitou aos participantes a apresentação dos projetos aplicados em suas escolas, a partir das temáticas abordadas durante o curso. A primeira etapa de apresentações aconteceu no dia 25 de outubro, no auditório do IFSC, e contou com a participação do prefeito Gilberto dos Passos e da diretora do Câmpus Canoinhas, Maria Bertília Oss Giacomelli, que reforçaram a importância da parceria para o fortalecimento da educação e desenvolvimento regional. A segunda rodada de apresentações aconteceu no dia 6 de novembro, na Escola Básica Municipal Dr Aroldo Carneiro de Carvalho.

Durante o curso, iniciado em novembro do ano passado, diretores de dezoito escolas e quinze centros de educação infantil (CEI) da rede municipal trabalharam com conceitos básicos de administração, como gestão e liderança, ética no serviço público, comunicação organizacional, planejamento e relacionamento interpessoal, por exemplo. “O conteúdo programático foi elaborado a partir de um questionário realizado com todos os gestores, que indicaram o interesse por estes temas”, explica o coordenador do projeto, William Hasegawa, que é administrador por formação e, atualmente, chefe do Departamento de Administração do Câmpus Canoinhas.

A proposta do curso surgiu da demanda apresentada pela Secretaria de Educação de Canoinhas em investir na formação continuada dos gestores. “Buscamos entre os professores aqueles que têm perfil para gestão para assumirem as direções das escolas. Mas, como não tinham experiência em gestão, eles sentiam insegurança, uma certa ansiedade e até medo”, justifica o secretário municipal de Educação, Osmar Oleskovicz. “Agora, já sentimos a diferença. Estão mais confiantes, têm segurança do trabalho, autonomia para desenvolver gestão em equipe e compartilhar suas experiências. A formação faz crescer e melhorar nossa ação pedagógica”, enfatiza o secretário.

Para a diretora pedagógica da Secretaria de Educação, Rosemari Schiessl dos Passos, o grande diferencial da formação é que ela agrega tanto os aspectos de gestão quanto de formação humana. “O curso possibilitou ferramentas que fazem ver a gestão com olhar mais humano e, ao mesmo tempo, mais racional. Isso é um diferencial incrível”, resume a diretora pedagógica.

Segundo a coordenadora adjunta do projeto e técnica em Assuntos Educacionais do Câmpus Canoinhas, Juliete Linkowski, o curso, como uma atividade de extensão, é uma oportunidade para aproximar a comunidade das ações do IFSC. “Esta proposta também é um campo a ser explorado para o desenvolvimento de pesquisas relacionadas ao índices de desempenho dos alunos, novas propostas de gestão, aplicabilidade dos planos de gestão e perfil dos gestores escolares”, comenta.

A importância do planejamento

Em todas as apresentações, os gestores destacaram a importância do planejamento para o sucesso do trabalho, validando o sucesso da “Capacitação para gestores escolares da rede municipal de Canoinhas”. Assim como para uma boa aula é preciso fazer um bom plano de ensino, com objetivos, conteúdo, metodologia e avaliação, para a gestão também é preciso que se invista no planejamento das atividades, a curto, médio e longo prazos. “Quando você planeja suas atividades, suas metas e objetivos, fica mais fácil realizar a gestão”, confirma a diretora de Ensino de Anos Finais da Secretaria Municipal de Educação de Canoinhas, Josimeri Gasparetto.

Para a diretora do Centro de Educação Infantil Vinícius de Moraes, Rosane Gracheski da Rocha, o curso ajudou a entender uma das partes mais difíceis da gestão, a área financeira. Depois de 25 anos como professora, Rosane encarou o desafio da gestão no ano passado, quando se viu às voltas com compras, orçamento e frustrações por não conseguir atender às demandas. Com o curso, as necessidades foram parar no papel, organizadas por prioridade. “Com as estratégias e o planejamento, tudo bem aplicadinho, a gente está vendo que está conseguindo um objetivo bem maior e melhor. Sendo assim, a unidade educacional só lucra”, enfatiza.

No Grupo Escolar Municipal Reinaldo Krüger, as ferramentas trabalhadas durante a capacitação também estão sendo colocadas em prática. Uma das lições reforçadas pela diretora Carla Simone Gasda, que há dois anos passou da coordenação pedagógica para a gestão, é de que o planejamento estratégico tem que prever objetivos futuros, com base nas forças, oportunidades, ameaças e fraquezas da escola. “Estamos trabalhando com os indicadores para que a gente consiga melhorar. Principalmente os índices, que são os resultados do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), a gente sempre quer melhorar nas escolas”, declara.

A avaliação positiva dos participantes e o sucesso do curso motivam a equipe organizadora a continuar com o projeto no próximo ano. “Acreditamos na importância da gestão para melhoria da educação. E é isto que estamos vendo aqui, como as ferramentas da administração estão auxiliando no cotidiano das escolas”, explica o coordenador do projeto de capacitação para gestores escolares, William Hasegawa.

EXTENSÃO CÂMPUS CANOINHAS